CristaoRico.com.br / Geracao de riqueza a luz da Biblia

Entendendo a lei da semeadura

16 de agosto de 2016

Para semear o agricultor precisa de semente e terra fértil para que possa colher a “multiplicação” de suas sementes.
Tudo que se semeia se colhe multiplicado.
Se ele plantar uma semente de feijão, terá um pé de feijão com a multiplicação dos feijões.
Mas este processo exige conhecimento e cuidado para que os frutos saiam com qualidade. Não basta plantar a semente e colher os frutos no dia da colheita. Existe um processo intermediário, de espera e dedicação para que se possa colher os frutos.
Quanto a isso, sabemos que tudo o que semearmos haveremos que colher indiscutivelmente, esta é uma lei inevitável, dura e cega.
“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7).

Deus sempre cuidou em fazer nascer a semente que semeamos:

“Então te dará chuva sobre a tua semente, com que semeares a terra…” (Isaías 30:23).

E este é um ciclo inevitável que acontecerá sempre:

“Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite, não cessarão”. (Gênesis 8:22).

Ora semeamos a semente, mas não sabemos quando vamos colher, ou qual colheremos primeiro, mas uma certeza podemos ter, colheremos!
“Semeia de manhã a tua semente, e não descanse a tua mão até a noitinha; pois não sabes onde esta terá bom êxito, quer aqui quer ali, ou se ambas serão igualmente boas”. (Eclesiastes 11:6);

“Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos”. (Salmos 126:6).

A semente deve ser bem escolhida por nós e sem muita mistura para não haver confusão. Não pode ter meio termo, ou semeamos semente boa ou ruim.
“Não semearás a tua vinha com diferentes espécies de semente, para que não se degenere o fruto da semente que semeares, e a novidade da vinha”.(Deuteronômio 22:9).

 

Não se pode multiplicar riqueza sem uma semente.

Existem 2 tipos de sementes:

1) Semente natural

O agricultor planta soja e colherá a soja “multiplicada”, determinado tempo depois.

O investidor semeia 1 dólar em uma empresa e espera um retorno multiplicado deste dólar em um determinado tempo.

Para construir uma rede de lojas, você deverá começar com uma semente, certamente deverá começar uma loja teste, e investir recursos para o amadurecimento e desenvolvimento da sua semente ante de iniciar sua expansão e colher os frutos.

Para conseguir um emprego, você deve lançar sementes, que incluem preparação para o cargo desejado e, claro, se inscrever nos processos seletivos que potenciais recrutadores deste cargo promoverem.

2) Semente Espiritual

Mas existe também, um outro tipo de semente que é a espiritual.

E o que seria a semente espiritual?

Ela está totalmente baseada em sua fé.

As coisas na vida espiritual são movidas pela fé.

Fé é o combustível para Deus agir.

Jesus comparou a fé a uma semente de mostarda que quando plantada, geraria resultados surpreendentes:

“E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível”  Mateus 17:20

Quando colocamos nossa fé em Deus, assim como uma semente que plantamos, estamos dando algo muito valioso para Deus trabalhar, então assim Ele poderá produzir o milagre que você precisa.

Não importa, o quão pequena nos pareça a nossa fé, se você eliminar as dúvidas e depositar sua fé em Cristo, seus problemas serão resolvidos, por mais impossíveis que eles pareçam.

Para semear sua fé, compartilhamos aqui 3 princípios bíblicos importantes:

 

1. Reconheça que Deus é sua fonte

“O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.”    Filipenses 4:19

Deus suprirá todas as suas necessidades de acordo com Suas riquezas, Seu amor, Seu poder, e Sua sabedoria para nos guiar.

Para isso Ele pode utilizar de muitos instrumentos: Um emprego, presentes, médicos, amigos, familiares,

Portanto cuidado para não depositar sua confiança nas ferramentas que Deus usa para te suprir.

Deus é nossa fonte, e é impossível Ele falhar.

 

2. Dê primeiro, e assim lhe será dado
“Deem aos outros, e Deus dará a vocês. Ele será generoso, e as bênçãos que ele lhes dará serão tantas, que vocês não poderão segurá-las nas suas mãos. A mesma medida que vocês usarem para medir os outros Deus usará para medir vocês.” Lucas 6:38

As doações mencionadas aqui, não são apenas financeiras, podemos doar amor, tempo, paciência, perdão, orações e também o dinheiro.

Todos os tipos de doações, são sementes espirituais que devemos plantar.

Nossas doações refletem nossa fé e gratidão a Deus.

A Palavra de Deus nos garante que não há como doarmos a Deus, sem receber muito mais em retribuição.

 

3. Espere um milagre

“Por isso eu afirmo a vocês: quando vocês orarem e pedirem alguma coisa, creiam que já a receberam, e assim tudo lhes será dado.” Marcos 11:24

Quando pedir algo a Deus, direcionado e conduzido pelo Seu Espírito Santo, peça esperando receber.

Importante sabermos que Deus tem Seu tempo e Seu jeito para entregar o que você pediu. Não é do seu jeito, e sim do jeito dEle.

Apenas creia. Não importa quanto tempo isso demorar.

Entregue a Deus sua semente espiritual, sua fé e sua obediência e certamente Ele produzirá milagres em seu favor.

Reflita agora:

Quais sementes naturais e espirituais você tem plantado?

 

Baixe aqui nosso Ebook grátis: 14 razões de Deus para te querer rico!

 

APRENDA MAIS SOBRE A BÍBLIA <<CLIQUE AQUI>>

 

Leia também:

Top 12 maneiras de gerar renda passiva